Perguntas e respostas: Hemodiálise

O que é a hemodiálise?

Hemodiálise é um tratamento que usa máquinas para filtrar o sangue quando os rins não funcionam mais.
Durante o tratamento de hemodiálise, os aparelhos retiram do sangue as substâncias que deveriam ter sido filtradas pelos rins.

Como funciona a hemodiálise?

Na máquina de hemodiálise, existe uma peça importante que se chama Dialisador.

Os Dialisadores são também chamados de Filtros Capilares. Eles têm esse nome, porque são formados por um monte de tubos bem pequenos e mais finos do que um fio de cabelo.

O sangue do paciente é retirado pela máquina e, antes de voltar, passa por dentro desses capilares. É justamente essa passagem que filtra o sangue.

O que fazer antes da sessão de hemodiálise?

Avise à recepção da clínica que você chegou e aguarde ser chamado na sala de espera. Assim que sua máquina estiver pronta, vão avisá-lo. Chegue para a sessão de diálise, pelo menos, quinze minutos antes do horário de início.

Guarde seus pertences no armário. Aproveite o tempo que ainda sobra e vá ao banheiro para evitar que a diálise seja interrompida.

Retire a blusa, casacos, sapatos e guarde-os no armário. Apenas sem eles, é possível saber corretamente seu peso inicial.

O que fazer ao ser chamado para a hemodiálise?

  • Lave os braços com sabão na pia da sala de diálise para prevenir infecções.
  • Enxugue os braços com papel toalha.
  • Pese-se ou peça ajuda no momento de se pesar.
  • Dirija-se à sua poltrona e máquina para iniciar a sessão de diálise.

Quanto tempo leva a hemodiálise?

O corpo das pessoas está sempre fabricando substâncias que os rins jogam fora o tempo todo. Por essa razão, os rins trabalham 24 horas por dia e sete dias por semana, ou seja, nunca param de filtrar.

Por isso, na falta dos rins, a hemodiálise é um tratamento que leva muito tempo. Na maioria das vezes, as sessões acontecem três vezes por semana e duram quatro horas, mas podem levar um tempo diferente dependendo da sua altura, do seu peso e da sua idade.

O que fazer antes da sessão de hemodiálise?

Avise à recepção da clínica que você chegou e aguarde ser chamado na sala de espera. Assim que sua máquina estiver pronta, vão avisá-lo. Chegue para a sessão de diálise, pelo menos, quinze minutos antes do horário de início.

Guarde seus pertences no armário. Aproveite o tempo que ainda sobra e vá ao banheiro para evitar que a diálise seja interrompida.
Retire a blusa, casacos, sapatos e guarde-os no armário. Apenas sem eles, é possível saber corretamente seu peso inicial.

O que fazer ao ser chamado para a hemodiálise?

  • Lave os braços com sabão na pia da sala de diálise para prevenir infecções.
  • Enxugue os braços com papel toalha.
  • Pese-se ou peça ajuda no momento de se pesar.
  • Dirija-se à sua poltrona e máquina para iniciar a sessão de diálise.

O que fazer e não fazer durante a sessão de hemodiálise?

  • Avise, rapidamente, se acontecer qualquer mudança.
  • Evite mexer o braço das agulhas para que elas não desgrudem e provoquem sangramentos. Isso prejudica a diálise e causa dor.
  • Se perceber ar entrando pela linha venosa (azul), feche-a, dobrando com os dedos. Em seguida, chame a enfermagem.
  • Se perder sangue pela linha arterial (vermelha), feche-a, dobrando com os dedos. Em seguida, chame a enfermagem.
  • Depois da sessão, as agulhas são retiradas e é feito um curativo, que não dá a volta no braço. Para evitar sangramentos, ele só deve ser retirado 24 horas depois.

O que mais pode ser feito para ajudar o tratamento?

  • Sangramentos em casa não são comuns, mas, se eles acontecerem, aperte o local com um pano limpo ou mesmo com os dedos e depois ponha um “band-aid”.  Se continuar, vá ao hospital.
  • É possível que, depois da diálise, você sinta um pouco de fraqueza e a “cabeça anuviada”. Isso melhora em algumas horas.
  • Passe em consultas mensais com seu médico. Assim, você mantem a saúde, previne complicações e ele analisa os exames de rotina. Mudanças na medicação devem ser feitas apenas pelos médicos da unidade.
  • Os familiares não devem permanecer na sala de diálise.
  • NÃO falte a uma sessão de hemodiálise. Não ponha sua vida em risco. Se não puder comparecer, telefone para a clínica. Evite o preparo da diálise e o desperdício de material.
  • Se deseja viajar, combine as sessões com a enfermeira, leve seu capilar e seu relatório médico e de enfermagem, contendo informações sobre o tratamento. Avise o outro serviço de diálise com antecedência.

Que problemas podem surgir durante a diálise?

É bastante comum o paciente sentir cãimbras musculares e queda rápida da pressão arterial (hipotensão) durante a sessão de hemodiálise. Estes problemas acontecem, principalmente, por causa das mudanças rápidas no equilíbrio dos líquidos e do sal.

A hipotensão pode fazer você sentir fraqueza, tontura, enjôos ou mesmo ter vômitos.

O início da diálise pode ser um pouco mais difícil, pois, nesta fase, o corpo ainda está se adaptando à nova forma de tratamento.

O quanto de diálise é suficiente?

Atualmente, podemos medir a quantidade de diálises e mudá-la, aumentando ou diminuindo o tempo das sessões, o número de sessões semanais, a velocidade da filtração do sangue ou o tamanho do filtro capilar.

Seu médico é quem decide a quantidade de hemodiálise de que você precisa. Isso depende da atividade de seu corpo, da sua alimentação e do quanto de líquidos você toma.

O objetivo do tratamento é que você sempre se sinta bem, continue bem-nutrido, livre de inchaços, com a pressão controlada e com os exames de sangue mostrando quantidades aceitáveis de potássio, uréia, etc.

O uso correto das medicações e as dietas recomendadas ajudam muito no tratamento de hemodiálise.